|

A Família Real do Reino Unido… Seu Guia Completo 2023

A família real do Reino Unido está entre os tópicos importantes que as pessoas no mundo falam todos os dias e também representa um símbolo muito importante para o povo do Reino Unido.

No artigo Família Real do Reino Unido aqui, fizemos informações abrangentes, porém breves, sobre a Família Real do Reino Unido.

A Família Real do Reino Unido

Sobre a Família Real do Reino Unido

A Família Real do Reino Unido é a monarquia mais antiga e conhecida do mundo. O atual monarca reinante é o rei Charles III, que ascendeu ao trono em 8 de setembro de 2022, após a morte de sua mãe, a rainha Elizabeth II, que está no trono desde 1952.

A história da família real do Reino Unido remonta ao reinado do rei Alfredo, o Grande, no século IX. Ao longo dos séculos, a monarquia evoluiu e se adaptou às mudanças nas condições políticas e sociais, mas sempre permaneceu uma instituição central no Reino Unido.

A Família Real do Reino Unido é uma monarquia constitucional, o que significa que enquanto o monarca tem um papel cerimonial, o governo é dirigido por funcionários eleitos. O monarca também é o chefe da Igreja da Inglaterra e das Forças Armadas e serve como símbolo da unidade nacional.

A Família Real do Reino Unido

A História da Família Real Britânica

Ao longo de sua história, a árvore genealógica real britânica enfrentou inúmeros desafios e controvérsias. No século 17, o rei Carlos I foi executado pelo Parlamento durante a Guerra Civil Inglesa, e a monarquia foi brevemente abolida. Foi restaurado em 1660 sob o rei Carlos II, mas o poder da monarquia foi bastante reduzido.

No século 19 e início do século 20, a monarquia enfrentou novos desafios. A rainha Vitória, que reinou de 1837 a 1901, era uma monarca popular e influente, mas seu sucessor, o rei Eduardo VII, não era tão bem visto. Durante a Primeira Guerra Mundial, a monarquia enfrentou críticas por sua extravagância percebida e falta de apoio ao esforço de guerra.

A Família Real do Reino Unido

A Família Real do Reino Unido na Era Moderna

Na era moderna, a Família Real tem enfrentado maior escrutínio e críticas da mídia e do público. Na década de 1990, o casamento do príncipe Charles e da princesa Diana foi amplamente divulgado e acabou em divórcio, causando um escândalo público. Nos últimos anos, a Família Real também enfrentou críticas por sua falta de diversidade e por sua incapacidade de se modernizar.

Apesar desses desafios, a Família Real continua sendo uma instituição popular e influente no Reino Unido. A rainha Elizabeth II é amplamente respeitada e outros membros da família real, como o príncipe William e o príncipe Harry, são figuras populares. A Família Real também desempenha um papel significativo na vida cultural do Reino Unido, com eventos como Trooping the Color e a Troca da Guarda atraindo grandes multidões.

A Família Real do Reino Unido é uma instituição única e duradoura, com uma história longa e complexa. Seu papel e significado podem ter mudado ao longo dos séculos, mas continua sendo uma parte central da identidade nacional do país.

A Família Real do Reino Unido

Os papéis da família real do Reino Unido

Além de seus papéis cerimoniais e simbólicos, a Família Real também desempenha um papel significativo na economia do Reino Unido. O portfólio de propriedades da família real, que inclui palácios, castelos e outros edifícios históricos, é estimado em mais de £ 13 bilhões. A família real também gera renda a partir do Crown Estate, um portfólio de propriedades e ativos que são mantidos em confiança pelo monarca e não fazem parte de sua riqueza pessoal.

A Família Real também contribui para a economia do Reino Unido através do turismo. Todos os anos, milhões de pessoas visitam as residências reais, como o Palácio de Buckingham, o Castelo de Windsor e o Palácio de Holyroodhouse, gerando uma renda significativa para o Reino Unido. Além disso, os deveres cerimoniais e as aparições públicas da Família Real atraem a atenção da mídia e geram interesse no Reino Unido, o que pode ter um impacto positivo no turismo e na economia.

A família real também desempenha um papel significativo na vida cultural do Reino Unido. King é o patrono de inúmeras instituições de caridade e organizações, e outros membros da família real também apoiam uma série de causas. A Família Real também desempenha um papel no apoio às artes, com o Rei e outros membros da Família Real participando de concertos, exposições e outros eventos culturais.

Apesar de seus muitos papéis e responsabilidades, a Família Real tem seus críticos. Alguns argumentam que a instituição está desatualizada e desnecessária e que representa um vestígio do passado aristocrático do Reino Unido. Outros criticam a Família Real por sua aparente extravagância e falta de transparência, principalmente em termos de finanças.

A Família Real do Reino Unido

Rainha Elizabeth II

O monarca mais antigo da família real da Inglaterra foi a rainha Elizabeth II. Ela ascendeu ao trono em 1952. Ela é a rainha de 16 estados independentes, incluindo o Reino Unido e seus territórios, bem como os reinos da Commonwealth, que são antigos territórios do Império Britânico que optaram por permanecer parte da Commonwealth. das Nações.

A rainha Elizabeth II é filha do rei George VI e da rainha Elizabeth e nasceu em 21 de abril de 1926. Ela foi educada em casa e depois em um internato em Kent. Ela se casou com o príncipe Philip, duque de Edimburgo, em 1947, e eles têm quatro filhos: Charles, príncipe de Gales; Ana, Princesa Real; Príncipe Andrew, Duque de York; e o príncipe Eduardo, conde de Wessex.

A rainha Elizabeth II tem sido uma monarca popular e influente. Ela realizou inúmeras visitas e passeios oficiais e apoiou uma série de causas filantrópicas e beneficentes. Ela também tem sido uma grande apoiadora das artes e presidiu vários eventos culturais importantes no Reino Unido.

Apesar de suas muitas responsabilidades, a Rainha Elizabeth II manteve uma presença estável e consistente no Reino Unido. Ela é amplamente respeitada por sua dedicação a seus deveres e é vista como um símbolo de unidade e continuidade nacional. Ela também é a chefe de estado mais antiga do mundo e permaneceu popular durante seu longo reinado.

A Família Real do Reino Unido

Conclusão

No geral, a Família Real do Reino Unido ou a monarquia da Inglaterra continua sendo uma instituição única e duradoura. Seu papel e significado podem ter mudado ao longo dos séculos, mas continua a desempenhar um papel significativo na identidade nacional e na vida cultural do Reino Unido.

Mesmo que a família real do Reino Unido seja considerada pelo povo como o símbolo do Reino Unido e não participe do governo do estado, eles ainda têm muitos impactos nas políticas interna e externa do Reino Unido com outras nações. Pessoas de outras nações também ainda olham para a família real como figuras públicas e são frequentemente convidadas para muitos eventos formais ou informais em escala nacional.

A Revolução Industrial no Reino Unido… Seu Guia Completo 2023!

Você quer ler mais posts de história sobre o Reino Unido? Bem, você pode descobrir mais em nosso site gratuitamente com informações abrangentes!

Similar Posts